Militantes pró-Palestina realizam manifestação contra Israel na Holanda

Medicina Notícias

Manifestantes gritam e agitam bandeiras palestinas durante a inauguração do Museu Nacional do Holocausto em Amsterdã| Foto: EFE/EPA/FREEK VAN DEN BERGH

Um grupo de manifestantes pró-Palestina protagonizaram protestos violentos durante a cerimônia de inauguração do Museu do Holocausto em Amsterdam, capital da Holanda, neste domingo (10).

A manifestação coincidiu com a visita do presidente de Israel, Isaac Herzog,
que aproveitou a ocasião para pedir orações pela paz e a libertação dos reféns que
estão sob controle dos terroristas em Gaza desde o ataque de 7 de outubro de
2023.

Segundo informações do portal argentino Infobae, os protestos se
intensificaram com manifestantes lançando fogos de artifício e ovos contra a
polícia e tentando escalar veículos policiais. A tensão aumentou quando um
grupo portando bandeiras israelenses e fotos dos reféns confrontou os
manifestantes pró-Palestina, levando a polícia a intervir para acalmar a
situação.

Em seu discurso durante a inauguração do museu, Herzog enfatizou a necessidade de combater o ódio e o antissemitismo globalmente.

“[…] Neste momento, o ódio e o antissemitismo estão florescendo em todo o mundo e devemos combatê-los juntos”, disse o presidente israelense no local, pedindo pelo “retorno imediato e seguro” dos reféns capturados pelo Hamas e uma “oração pela paz”.

Fonte: Externa

BRAIP ads_banner