Prefeitura do Rio fecha depósito usado por ambulantes e apreende 600 kg de alimentos

Medicina Notícias

A prefeitura do Rio de Janeiro interditou na manhã desta quinta-feira (7) um depósito clandestino que era utilizado por ambulantes para armazenamento de alimentos na região de Copacabana, zona sul da capital fluminense. Segundo a administração municipal, o local apresentava “condições insalubres”.

Ao todo, cerca de 600 quilos de alimentos impróprios que iriam ser comercializados nas ruas foram encontrados e apreendidos no local.

Segundo o subprefeito da zona sul, Flávio Valle, que participou da ação, a situação do armazém era “alarmante”, com a presença de baratas, fezes de roedores, sujeira e umidade.

“A situação que encontramos é inaceitável e muito perigosa, insalubridade absoluta. Havia macrofocos de dengue, mofo, alimentos deteriorados sem nenhuma procedência, alimentos alterados em suas características, com odor e aspecto repugnante, além de mantidos em meio ao trânsito de insetos, sem a menor condição de segurança sanitária.”, afirmou o subprefeito.

Foram apreendidos 18 botijões de gás, 100 quilos de comidas já preparadas, acondicionadas de maneira inadequada, e mais 500 quilos de insumos para preparação de alimentos. Todo o material estava espalhado pelo chão sem a devida refrigeração.

Durante a ação, uma réplica de arma de fogo e sete armas brancas também foram apreendidas. Cerca de 19 carrocinhas utilizadas para comercialização de alimentos, que estavam guardadas no armazém, também foram recolhidas.

* Sob supervisão

BRAIP ads_banner

Tag: